Duo + Dois: um quarteto que toca com alegria e toda a liberdade do jazz

|

                                Carlos Malta (da esq. para dir.), Fernando Melo, Luiz Bueno e Robertinho Silva

Quando músicos consagrados decidem se lançar em uma nova parceria, é natural que as expectativas de seus admiradores aumentem. Em agosto de 2016, ao saber que os violonistas Fernando Melo e Luiz Bueno, do Duofel, iriam estrear um quarteto com o o saxofonista e flautista Carlos Malta e o percussionista Robertinho Silva, logo pensei no grande potencial criativo desse projeto. Como não esperar algo especial desses quatro instrumentistas de alto quilate, que há décadas transitam por diversas vertentes musicais?

Mesmo tendo a oportunidade de assistir a uma das primeiras apresentações desse quarteto (ainda em 2016), confesso que, passados dois anos, me surpreendi ao escutar este álbum. Eu não esperava encontrar no repertório tantos clássicos da música popular brasileira, em releituras que chamam atenção pelos inusitados tratamentos harmônicos e rítmicos, sem falar nos criativos improvisos do grupo.

Também fiquei impressionado pelo grau de coesão e empatia sonora que o quarteto revela nessas gravações. Mesmo que Malta e Silva tenham iniciado esse projeto como convidados do Duofel, basta ouvir qualquer faixa deste álbum para se perceber que hoje eles são parceiros ativos. Os quatro tocam como se já estivessem juntos há muitos anos.

Entre vários achados musicais fica difícil destacar uma ou outra gravação. É bem possível que, como eu, você se encante pela onírica releitura do “Canto de Yemanjá” (de Baden Powell e Vinícius de Moraes), não resista à suingada condução rítmica de “Água de Beber” (Tom Jobim e Vinícius), se emocione com a evanescente versão de “Cais” (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos) ou sorria ao ouvir a contagiante introdução e os improvisos do grupo em “Maracangalha” (Dorival Caymmi).

“Este projeto é marcante, em nossa história, porque trouxe algo que nunca tínhamos experimentado em quase 40 anos de carreira do Duofel: a liberdade do jazz, no sentido de se criar a música na hora ou de se transformar algo mais ou menos combinado. Essa foi umas das parcerias mais felizes que eu e Fernando já experimentamos”, comenta o violonista Luiz Bueno.

Depois de escutar este disco outras vezes, tenho certeza de que a alegria, a liberdade criativa e a fina musicalidade que o quarteto Duo + Dois transmite nestas gravações também vai contagiar muitos outros ouvintes.


Texto escrito a convite do Selo Sesc para o encarte do CD "Duo + Dois". O show de lançamento acontece na próxima segunda-feira (25/3), às 19h, no teatro do Sesc Consolação, pelo projeto Instrumental Sesc Brasil. Mais informações em:  www.sescsp.org.br/programacao/181792_DUO+DOIS#/content=saiba-mais





Terrie Odabi: cantora de soul e R&B conquista plateia paulistana do Bourbon Street

|

                                                      Terrie Odabi e o guitarrista Fred Sunwalk, no Bourbon Street 

Em sua primeira turnê pelo Brasil, a cantora americana Terrie Odabi demonstrou surpresa ao ver a plateia do Bourbon Street Music Club se levantar para aplaudi-la, no meio do show de ontem. Sabemos que o público paulistano tem o curioso hábito de aplaudir de pé quase qualquer artista, mas no caso dessa intérprete californiana a inflamada reação do público extrapolou o mero ritual.

Bastaram alguns minutos de show, na noite de estreia do The Blues Festival, para que a plateia paulistana logo percebesse que tinha à sua frente uma cantora fora de série, aliás, muito bem acompanhada pela banda brasileira Alabama Johnny. Carismática e bem-humorada, Terrie exibe uma voz poderosa e versátil. É uma intérprete capaz de inflamar seus ouvintes.

Seu repertório é formado, majoritariamente, por clássicos do rhythm’n’blues e da soul music. De cara, esboçou um discurso feminista, cantando “I’m a Woman”, o pesado blues assinado e gravado por Koko Taylor (1928-2009). Fez alguns se mexerem nas cadeiras, ao lembrar a dançante “Chain of Fools”, hit de Aretha Franklin (1942-2018). Emocionou a plateia com a “I’d Rather Be Blind”, pungente balada que ganhou a assinatura vocal de Etta James (1938-2012).

O fato de reunir tantos sucessos de outras intérpretes em seu show não quer dizer que Terrie Odabi seja uma cantora de covers. Assim como faz nas releituras das canções já citadas, ela esbanja personalidade ao interpretar “Ball and Chain”, o blues associado a Janis Joplin (1943-1970), assim como na versão de “Come Together”, hit de John Lennon e Paul McCartney que também já foi muito bem gravado por Tina Turner.

Se você perdeu a chance de ouvir Terrie ao vivo, não precisa se lamentar. Os rasgados elogios que ela fez ao Brasil durante o show, assim como a reação calorosa da plateia que a obrigou a cantar um extenso bis, indicam que esta não será certamente sua única aparição por aqui.

O The Blues Festival prossegue nas próximas semanas, no palco do Bourbon Street. A Cinelli Brothers, banda de blues e r&b radicada em Londres, toca na noite de 20/03. O evento termina com o encontro do gaitista e cantor carioca Flávio Guimarães com o guitarrista norte-americano Little Joe McLerran e os Simi Brothers, em 3/04. O guitarrista Gui Cicarelli também será o anfitrião dessas duas noites.





Festivais em 2019: roteiro de eventos de jazz, blues e música instrumental pelo Brasil

|



Aqui você encontra um roteiro com as atrações musicais dos principais festivais brasileiros já anunciados para 2019. É atualizado regularmente para que fãs do jazz, do blues, da música instrumental brasileira, da bossa nova, do choro, do soul, do r&b e da black music possam se programar com antecedência.


                                                                         Joshua Redman, atração do Floripa Jazz Festival 


11.º Bourbon Festival Paraty
Quando e onde: de 10 a 12/05/2019, em Paraty (RJ)
Atrações: 
Zeca Baleiro in Blues, Kenny Barron, Nilson Matta e Rafael Barata; Mark Lambert & Amanda Maria; ; Dawn Tyler Watson; Toninho Ferragutti, Edu Ribeiro e Fábio Peron; Tributo a Stevie Ray Vaughan (Gui Cicarelli, Bruna Guerin e Sérgio Duarte); Clarence Bekker Band; Celso Pixinga, Faíska e Carlos Bala; Mani Padme; John Wesley Duo e outras
www.facebook.com/bourbonfestivalparaty/

Floripa Jazz Festival
Quando e onde: de 13 a 19/05/2019, em Florianópolis (SC)
Atrações: Thiago Espírito Santo convida Joshua Redman (participação de Grégoire Maret), Eumir Deodato, Yamandu Costa Trio, Duo Peranzzetta e Senise, Quartabê, Vitor Araujo, Dudu Lima Trio, Derico Jazz Quartet, Céu, Yangos e Orquestra Manancial da Alvorada, entre outras

www.floripajazz.org

16.º Rio das Ostras Jazz & Blues Festival
Quando e onde: de 20 a 23/6/2019, em Rio das Ostras (RJ)
Atrações: Roy Rogers & The Delta Rhythm Kings, Bixiga 70 e outras a serem divulgadas
www.facebook.com/rostrasjazzblues/

17.º Savassi Festival
Quando e onde: de 5 a 11/08/2019, em vários espaços de Belo Horizonte (MG)
Atrações: Marcos Paiva, Deangelo Silva, Davi Fonseca e outras a serem divulgadas
www.savassifestival.com.br/home/

10.º Fest Bossa & Jazz
Quando e onde: de 15 a 18/08, em Praia da Pipa (Natal, RN); de 19 a 21/09, em Mossoró (RN); de 10 a 13/10/2019, em São Miguel do Gostoso (RN)
Atrações: a serem divulgadas
www.facebook.com/FestBossaeJazz























Festivais já realizados em 2019:  


20.º Festival Jazz & Blues
Quando e onde: de 2 a 5/3/2019, em Guaramiranga (CE); 2 e 3/3/2019, em Aquiraz (CE); e 9/3/2019, em Fortaleza (CE)
Atrações: Guinga (com Nailor Proveta e Teco Cardoso), Trio Jobim, Terrie Odabi, Jesuton, Kátia Freitas, Mel Mattos, Marcos Maia (com Nono Garcia e Budi Garcia), Vanildo Franco, Eder Rocha, Vivi Pozzebón, Marajazz e Marimbanda, entre outras
www.jazzeblues.com.br   


The Blues Festival
Quando e onde: dias 13/03, 20/03 e 3/04/2019, no Bourbon Street Music Club (São Paulo/SP)  
Atrações: Terrie Odabi & Alabama Johnny; The Cinelli Brothers; Flávio Guimarães com Little Joe McLerran & The Simi Brothers; Gui Cicarelli (hostess e participações especiais)
www.bourbonstreet.com.br/

9.º Nublu Jazz Festival

Quando e onde: de 21 a 23/3/2019, no Sesc Pompeia (São Paulo, SP) e no Sesc São José dos Campos (SP)
Atrações: Tony Allen e Thiago França, Marc Ribot y Los Cubanos Postizos, Georgia Anne Muldrow, The Midnight Hour, GoGo Penguin e Nomade Orquestra, entre outras.
www.sescsp.org.br/programacao/27616_NUBLU+JAZZ+FESTIVAL#/content=programacao


 

©2009 Música de Alma Negra | Template Blue by TNB