Gary Moore: guitarrista e bluesman irlandês sua a camisa em tributo a Jimi Hendrix

|


O pretexto para a realização deste show foi o lançamento em vídeo da lendária performance de Jimi Hendrix (1942-1970), no Festival de Monterey. Claro que qualquer tributo musical a esse herói da guitarra jamais vai substituir a experiência de ouvi-lo tocar ao vivo, mas a homenagem do bluesman irlandês Gary Moore, morto prematuramente em 2011, é também uma boa oportunidade para aqueles que ainda desconhecem seu talento possam apreciá-lo.

Gravado em 2007, num clube de Londres, o bluray "Blues for Jimi" (lançamento Eagle/ST2) destaca Moore e seu trio interpretando clássicos da obra de Hendrix, como “Purple Haze”, “Foxy Lady” e “Angel”. Traz ainda as participações especiais de dois parceiros de Hendrix: o baixista Billy Cox e o baterista Mitch Mitchell, em “Red House”, “Stone Free” e “Hey Joe”. Moore não é tão bem dotado nos vocais, como Hendrix, mas sua guitarra jamais decepciona. Um bluesman de estilo sanguíneo, que sua literalmente a camisa.


(Resenha publicada no "Guia Folha - Livros, Discos, Filmes", edição de 29/6/2013


1 Comentário:

Luccas Fernandes disse...

Segundo uma entrevista de Glen Hughes, amigo íntimo de Gary, ele foi o "mais agressivo e inovador guitarrista da história", sem dúvida uma grande perda pra história, não só do rock, mas da música em si. R.I.P.

 

©2009 Música de Alma Negra | Template Blue by TNB