Sara Serpa: revelação do jazz, vocalista se apresenta em Tatuí (SP)

|


                                                                                                               Photo by João Ornelas
Para quem concluiu três anos atrás um mestrado em Jazz Performance, no conceituado New England Conservatory (Boston, EUA), a vocalista portuguesa Sara Serpa já possui um currículo invejável. Além de ter se apresentado em festivais internacionais e em alguns dos melhores clubes de jazz nova-iorquinos, ela acumula parcerias com nomes de peso na música improvisada contemporânea, como o saxofonista Greg Osby e os pianistas Danilo Perez e Ran Blake.

Mais do que o belo timbre vocal de Sara, chama atenção sua atitude musical: ela não limita seu repertório aos batidos standards dos anos 30 e 40, como fazem inúmeras cantoras da cena jazzística de hoje. Quando decide interpretá-los, como nas gravações que fez com o vanguardista Ran Blake (um de seus professores no New England), ela investe na improvisação criativa, usando a voz como um instrumento.

Nascida em Lisboa, hoje Sara vive em Nova York, onde leciona e se apresenta com seu grupo, que destaca o guitarrista português André Matos. Na próxima segunda-feira (dia 26/9), às 15h, ela fará um misto de workshop e show, no Conservatório de Tatuí, no interior de São Paulo. A seu lado terá a Jazz Combo, formação que reúne professores e alunos dessa instituição de ensino.

Confira abaixo o videoclipe com uma das faixas de “Mobile” (gravado pelo selo Inner Circle), o álbum mais recente de Sara Serpa. Depois assista ao making-of de “Camera Obscura” (lançado pelo mesmo selo), álbum que ela divide com o cultuado piano de Ran Blake.




0 comentários:

 

©2009 Música de Alma Negra | Template Blue by TNB